ME ENCAIXAR – PARA QUÊ?

Todos os dias sou bombardeado com anúncios oferecendo cursos de como aumentar meu público, o que fazer para “me encaixar” nas redes sociais e, assim, aumentar o alcance de minha arte. Sim, chegamos no ponto onde nós, artistas, é que devemos adaptar nossa arte às exigências do mercado (e, principalmente, aos desejos e caprichos das plataformas) se quisermos que nosso trabalho seja visto por mais pessoas. Isso me incomoda.

O que é arte? Arte, segundo um ex-professor meu, é todo sentimento expresso através de símbolos. Tendo em vista que cada ser humano é único, toda obra de arte também é – ou, ao menos, deveria ser – única e autêntica. Ou seja: aquilo que um artista produz deve, primeiramente, ser fruto de suas próprias vontades. Ocorre que a exigência de “se moldar” para caber em algo (incluindo aí o Instagram e outras redes sociais) vai de encontro à própria noção de arte. Não, a arte tem de ser feita, primeiramente, para deleite do próprio artista; se haverá alguém que gostará/se identificará com a obra será uma feliz coincidência. Qualquer coisa que é pré-concebida para “se encaixar” é, na minha visão, indigna valor.

Espera-se sempre que as pessoas gostem de algo espontaneamente. Perceba: é o público quem deve se identificar – ou não – com o que lhe é apresentado. Como dito no parágrafo anterior, arte (a verdadeira arte) é sempre pessoal, um fragmento da intimidade do artista. No entanto, quando o dito “artista” faz algo apenas para agradar seu público ele não está produzindo arte, mas sim fabricando uma mercadoria. Pode até ter preço, valor, mas não possui mérito.

Eu, ao menos, me recuso a lançar mão de recursos para aumentar artificialmente meu público. A maioria das pessoas que me procuram vêm porque alguém que gostou do que fiz me indicou. É orgânico, natural. Não, eu não quero viver “correndo atrás do algoritmo”; não, eu não quero adotar regras que contrariam a própria essência do “ser artístico”. Faço o que gosto, do meu jeito. Há quem goste. O alcance é mais lento, mas natural, sincero.