CRIANÇAS NA PASSEATA EM PROL DO AUTISMO – SÃO PAULO/2018

Em 2018 eu estava em São Paulo. Naquele domingo, uma ex-namorada minha (ela própria mãe de uma garota autista) me convidou para esta passeata e disse: “leve uma câmera, você fará lindas fotos”. Aceitei o convite, levei a câmera e, de fato, fiz muitas e lindas fotos. Naquela mesma época as publiquei e, sabe-se lá por que, não voltei mais nelas.

Hoje à tarde folheei novamente um fotolivro de Sergio Larrain, e mais uma vez me maravilhei com suas fotos. Me veio então o desejo de rever antigos trabalhos meus. Foi quando redescobri estas fotos. Curioso: à época não me dei conta, mas agora ficou claro para mim: meu foco naquele dia (talvez até inconscientemente) foram crianças.

É curioso como a fotografia nos ajuda a resgatar a memória. Aunda mais incrível é a relevância cada vez maior que as fotos adquirem para nós com o passar dos anos.

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes

Caminhada pelo autismo. São Paulo, 2018. ©Luiz Paulo de Moraes